19 3871 0546 / 3869 5654
casadacriancadevalinhos@hiway.com.br

destaque

Vaquinha virtual da instituição precisa de você

Vaquinha virtual da instituição conta com a participação da população valinhense

Os impactos da pandemia seguem marcando a história da sociedade e nas instituições ainda de forma mais acentuada e desafiadora. A Casa da Criança precisou lançar a segunda edição da vaquinha virtual, a divulgação oficial iniciará no dia 22 de setembro, Dia da Juventude do Brasil, mas os acessos já estão liberados no site oficial da instituição, com o direcionamento para a campanha #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição.

Para celebrar o Dia da Juventude do Brasil e também o Dia das Crianças, durante toda a campanha, os apoiadores poderão enviar mensagens exclusivas às crianças e aos jovens adolescentes, uma frase de apoio, com um desejo positivo para que possam seguir mais fortalecidos e motivados neste ano de profundas mudanças. Algumas frases também poderão ser divulgadas nas páginas das mídias sociais da instituição e sua mensagem lida pelas próprias crianças, registrando agradecimentos.

Na primeira edição da campanha, a Casa da Criança pôde arcar com alguns compromissos financeiros, para a manutenção dos três programas e ainda fazer a reforma do telhado do abrigo, complementado com outras ações pontuais. Porém, o orçamento segue com demandas constantes e intransponíveis, em ano em que os eventos e outros tipos de campanhas estão impossibilitadas de acontecer, como explica o presidente da instituição, Anélio Zanuchi.

“Atendemos diretamente 250 crianças e adolescentes em nossos programas, todos os dias do ano, 24 horas por dia. Atualmente, mesmo com o com o importante apoio da Prefeitura de Valinhos, é necessário a complementação do orçamento, e neste ano não temos como realizar eventos presenciais para captar recursos. Precisamos honrar com os compromissos e com a fundamental missão da Casa da Criança de proteger seus assistidos. Isso será possível com o engajamento real da sociedade valinhense nesta campanha da quarentena solidária”, enfatiza Anélio Zanuchi.

As doações poderão ser feitas pelo site da ONG, direcionando ao link da campanha #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição ou acessar via este QR Code, tirando uma foto desta imagem e seguir com a doação no site

 https://www.vakinha.com.br/vaquinha/quarentenasolidariadacasasegundaedicao

Sobre a Casa da Criança de Valinhos

Há 27 anos, a Casa da Criança de Valinhos, reconhecida com o prêmio Melhores ONGs do Brasil e Selo de confiança VOA DOAR, atua como a única organização de acolhimento institucional da cidade. Em parceria com a Prefeitura Municipal de Valinhos, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, oferecem três frentes de trabalhos sociais e culturais disponíveis à comunidade. Além do Acolhimento Institucional, apresenta o Acolhimento Familiar e o Projeto Janela aberta/Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que inclui também a parceria com a Secretaria de Municipal de Cultura e com a Secretaria Municipal de Esportes.

Leia mais

O papel do psicólogo na Casa da Criança de Valinhos

Leia a entrevista completa no Jornal de Valinhos

O papel do psicólogo na Casa da Criança de Valinhos

No dia 27 de agosto, é comemorado no Brasil o Dia Nacional do Psicólogo

No dia 27 de agosto de 1962, passou a vigorar a Lei 4.119, com o reconhecimento oficial da Psicologia como profissão. Por esta razão, no Brasil, no dia 27 de agosto é comemorado o Dia Nacional do Psicólogo. A Casa da Criança de Valinhos conta com a atuação diária de três psicólogos, sendo um em cada serviço: Acolhimento, Janela Aberta e Família Acolhedora.

Desde março deste ano, Gabriel de Sousa Vieira deixou de ser educador da instituição para atuar diretamente como psicólogo, nas frentes do acolhimento para as crianças e adolescentes.

“Ser psicólogo em um serviço de acolhimento é um desafio diário. Nós recebemos crianças e adolescentes machucados pela vida, e cabe a nós ajudá-los a se reestruturar, a descobrir que existem novas possibilidades e a construir um futuro melhor. A psicologia oferece os recursos para lidar com os sentimentos destas crianças, a compreender suas dificuldades e potencialidades, e assim oferecer o suporte necessário em um momento tão difícil e prepará-los para a vida”, afirma Gabriel, formado em Psicologia pela Universidade São Francisco, de Campinas, salientando ainda que, além dos acolhidos, o trabalho também é feito junto aos educadores.

Psicólogos da Casa da Criança (Taynara Cristina de Souza, Gabriel Sousa Vieira, Laisla Gaspar Souza)

Trabalhar em uma instituição que, há 27 anos, zela pelo acolhimento e auxilia na formação de crianças e adolescentes é uma satisfação pessoal e profissional para Gabriel. “As crianças chegam até nós devido a situações de violação de direitos, como casos de violência ou negligência. Neste contexto, o psicólogo deve acolher esta criança, dar espaço para seus sentimentos, ajudar a lidar com o seu sofrimento e oferecer novas perspectivas de vida que os tire deste ciclo de violações”, ressalta o psicólogo.

Colaborador da Casa da Criança há três anos, Gabriel faz questão de destacar que nenhum caso é perdido por mais complexa que seja a situação. E a recompensa sempre aparece. “É difícil citar um único caso de sucesso, mas sem dúvida não há nada mais gratificante do que encontrar com um ex-acolhido, já na vida adulta, que tenha conseguido superar as adversidades e esteja levando sua vida de forma digna. Sempre que isso acontece temos a sensação de dever cumprido.”

 

Leia mais

Amor presente na Família Acolhedora

Para contar mais sobre uma paternidade consciente e atuante, a TVB Record Campinas fez a matéria em homenagem ao Dia dos Pais. Confira os detalhes de cada relato e gestos emocionantes, registrados com os integrantes da Família Acolhedora da Casa da Criança de Valinhos. 

Acesse e confira a matéria

 

Leia mais