Como tudo começou

O projeto de trabalho desta instituição começou na década de 80, a partir do trabalho voluntário do atual presidente, Anélio Zanuchi que atendia a crianças e adolescentes em situação de vulnerabilidade, em sua própria residência, evitando assim, a situação de rua.

A partir do reconhecimento da comunidade e do advento do Estatuto da Criança e do Adolescente, em 1990, o número de crianças foi crescendo e em 1993, ocorreu a doação de um imóvel e foi fundada a Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos. No inicio o acolhimento era oferecido a meninos que estavam em situação de vulnerabilidade social e precisavam de um espaço de proteção.

Sempre pensando em atender a comunidade e com o surgimento de novas demandas a Casa da Criança foi ampliando seu atendimento e em pouco tempo passou a atender também as meninas, chegando então no atendimento a crianças e adolescentes de 0 a 17 anos de ambos os sexos.

Em 2006, a Casa da Criança pensando em trabalhar a prevenção ao acolhimento institucional e o afastamento das crianças de seus lares, instituiu o Projeto Janela Aberta que hoje atende cerca de 200 crianças e adolescentes, através do Serviço de Fortalecimento de Vínculos Familiares e Comunitários, proporcionado através  de um espaço de convivência, formação para a participação, desenvolvimento da cidadania,  do protagonismo e da autonomia com prioridade ao publico infanto juvenil . O Projeto Janela Aberta é também um ponto de cultura.

Em dezembro de 2014, lançou o Programa Família Acolhedora, serviço que organiza o acolhimento de crianças e adolescentes, afastados da família por medida de proteção, em residência de famílias acolhedoras cadastradas. O atendimento é  previsto até que seja possível o retorno à família de origem ou, na sua impossibilidade, o encaminhamento para adoção.

A Casa da Criança conta hoje também, com um terreno onde implantará o Projeto de República Assistidas para os jovens egressos do Programa de Acolhimento e que ainda estejam sem capacidade para uma vida autônoma.

Nossa missão é oferecer um espaço de proteção e educação a crianças, adolescentes e familiares auxiliando-os na formação da cidadania.

Visão

Que todas as crianças e adolescentes tenham relações saudáveis, possibilitando que seus laços afetivos e familiares seja restaurados e fortalecidos, tornando-os empreendedores do bem.

Valores

Amor / Respeito / Responsabilidade / Limite / Educação / Afeto / Solidariedade.

Diretoria Casa da Criança

Todos nossos diretores são voluntários e pessoas que doam seu tempo por acreditarem que ajudam na construção de um mundo melhor.

  • Presidente: Anélio Zanuchi
  • Vice-presidente: Adauto B. Pereira da Silva
  • 1ª Secretária: Dalete Lopes Chicca
  • 2ª Secretária: Liliana Maria Scavariello Espanholeto
  • 1º Tesoureiro: José Narciso Sturaro
  • 2ª Tesoureira: Paula Miquelini Masili
  • Diretora de Assistência Social: Wanda do Carlos Braz Dini
  • Diretor Cultural: Ronaldo Buzato
  • Gilmar da Silva
  • Cleusa Maria Góes Bruschi
  •  Mircio Antônio Signoretto
  • José Carlos Manzini
  • Eder José Trevisan
  • Antônio Gonçalves do Curral
  • Hélio José Schiavinato
  • Eduardo Garcia de Lima
  • Robson Santos Chicca
  • André Luis Masili
  • André Luiz Moreira Zanuchi
  • Luciana Maria Bortolassi Ferrara
  • Angela Maria Moretto Fagnani
  • Antonio Aparecido Tadeu de Lima
  • Sérgio Dinov
  • Otaviano Albieri Filho
  • Leandro Garcia de Lima
  • Bruno Agnello Ceroni
  • Gustavo Luis Páfaro Toniatti
  • Carlos Eduardo da Silva Bueno
  • César Augusto Viola
  • Renato César Corrêa

Faça o download da Ata da Assembléia Geral