19 3871 0546 / 3869 5654
casadacriancadevalinhos@hiway.com.br

Regiane Bonanho

Reconhecimento nacional com “Selo Doar”

 

Casa da Criança de Valinhos ganha mais uma chancela de gestão

Para orgulho da cidade, a Casa da Criança de Valinhos começa o ano com mais uma certificação, o Selo Doar. Com reconhecimento crescente, a instituição foi aprovada no processo de auditoria da premiação que tem validade durante todo ano de 2021. Foram alcançados 43 pontos, qualificando a ONG valinhense como organização certificada com o Selo A.

Pertencente à organização internacional Instituto Donar, os critérios são aplicados pelo Instituto Doar no Brasil, que desde 2012 lidera uma série de ações no campo do terceiro setor, como o Selo Doar que têm como objetivos incentivar as doações, legitimar e evidenciar a transparência e a gestão nas organizações não-governamentais do País. A organização, que recebe esta certificação, passa a fazer parte de um seleto grupo de instituições brasileiras reconhecidas de forma independente que alcançaram o padrão de qualidade estipulado.

Para selecionar as instituições a serem reconhecidas pelo Selo Doar, foram realizadas extensas pesquisas dentro dos conceitos e critérios adotados em todo o mundo, com referências nacionais e internacionais. O Selo Doar está organizado dentro das seguintes áreas: causa e estratégia, governança, contabilidade e finanças, gestão, recursos humanos, estratégia de financiamento, comunicação, prestação de contas e transparência.

 O “Selo e Certificado de Gestão e Transparência Doar” completa o quadro de reconhecimento da Casa da Criança e Adolescente de Valinhos, que também conquistou o “Prêmio 100 Melhores ONGs” com a mesma validade para 2021.  

“No Brasil, há 237 mil ONGs, segundo o IBGE. Estar entre as instituições mais reconhecidas do País é muito gratificante. Fruto de bastante planejamento, pesquisa, amor e trabalhos intensos de toda a nossa equipe, diretoria e voluntários extremamente atuantes, sobretudo nestes tempos de pandemia. Salientamos e agradecemos também todo o apoio essencial da comunidade e da Prefeitura de Valinhos que seguem acreditando em nossos projetos e serviços oferecidos à sociedade. Estamos sempre em busca de aprimoramento, fundamentalmente com o foco na transparência e na qualidade de vida das crianças e dos adolescentes”, comemora Adriana Simões, coordenadora da Casa da Criança de Valinhos.

Todos podem fazer parte e apoiar os projetos da Casa da Criança de Valinhos ligue 19 3871-0546.

Leia mais

Família Acolhedora completa seis anos e planeja 2021

Novos inscritos realizam o sonho e a missão de cuidar de crianças e adolescentes

Um sonho pode se realizar mesmo após décadas? Assim Ogeny de Oliveira Franklin (75 anos), aposentada, com três filhas formadas e 2 netos, planeja 2021 para colocar em prática um propósito antigo de atuar como Família Acolhedora. Viúva há cinco anos, Ogeny conta que, desde os 18 anos, já pensava em cuidar de crianças em situação de risco.

“Ainda muito jovem eu caminhava pela cidade e via crianças sem cuidados nas ruas e já sabia que um dia eu poderia cuidar de mais pessoas, mesmo não sendo da minha família original. Este sonho permaneceu comigo por mais de 50 anos. Eu não pude realizar isso antes, mas hoje tenho disposição, estrutura, muito amor, apoio da família e as condições necessárias para atuar como Família Acolhedora”, conta Ogeny.

Após tomar conhecimento sobre o serviço da Família Acolhedora de Valinhos, Ogeny, que trabalha como voluntária em instituições, foi buscar mais informações e saber se teria o perfil para atuar na cidade.  Depois da confirmação, realizou todas as etapas de capacitação. Agora aguarda o encaminhamento para o primeiro acolhimento familiar e realizar um dos maiores sonhos da vida dela.  

Neste mês de dezembro, o Serviço de Acolhimento Familiar de Valinhos, atuação fundamental da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, comemora seis anos de trabalhos intensos para garantir a proteção de crianças e adolescentes em ambiente familiar. Para ampliar o número de famílias habilitadas ao serviço, neste ano de pandemia, foram realizados quatro encontros, no formato de reuniões virtuais, com 120 acessos. Durante o ano, além dos encontros, também foram aplicados 4 ciclos de capacitação.

Para Silvana Miranda, coordenadora do Serviço de Acolhimento Familiar, da Casa da Criança de Valinhos,

capacitar os interessados no  Serviço não só contribui para a formação da família, como também os auxilia na identificação do perfil da criança e do adolescente facilitando o processo de acolhimento.

“Continuamente realizamos a divulgação do Serviço em busca de capacitar e habilitar novas famílias acolhedoras, visando a ampliação e diversificação do perfil da família que corresponda ao perfil das crianças e adolescentes acolhidos. Ocorre que muitas vezes os interessados que nos procuram não estão dentro dos critérios estabelecidos pela legislação, uma vez que apresentam o desejo de adoção e ou são de outro município. Sendo assim são encaminhados para os órgãos competentes de adoção e para os serviços de suas regiões. Nossa meta para 2021 é ampliar o serviço com pelo menos mais cinco famílias cadastradas e habilitadas com diferentes perfis”.

Assim como Ogeny, os interessados em se tornar Família Acolhedora podem obter mais informações, acessando o site www.casadacriancadevalinhos.com.br , podem registrar o interesse em se inscrever nas capacitações por meio do e-mail:  familiaccava@gmail.com ou através do telefone (19) 3829-3410.

Leia mais

Casa da Criança garante um Natal feliz

Comemorações diferentes com segurança e responsabilidade

Como medida de segurança e obedecendo o distanciamento social, imposto pela pandemia, as comemorações da Casa da Criança foram adaptadas.

As crianças acolhidas no abrigo receberão presentes e uma ceia na noite de Natal. Elas serão acompanhadas pelos educadores, com uma programação especial.

Os inscritos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos vão receber uma ceia de Natal para que possa ser feita em casa, incluindo também sugestões de receitas como: frango recheado com farofa, salada de maionese, arroz, massa (macarronada com atum), de sobremesa inclui gelatina com creme e leite, panetone recheado (incluso, pronto para servir) e uma caixa de bombom. Os itens da ceia foram arrecadados com apoiadores e parceiros da instituição.

Na segunda-feira (dia 21), um voluntário atuando como Papai Noel realizará as entregas programadas aos inscritos no Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos. Na terça-feira (dia 22) serão realizadas as entregas agendadas para os inscritos nas oficinas do Janela Aberta. Todas as crianças matriculadas nas oficinas ganharão um presente de Natal (não incluindo a ceia).

As crianças integradas ao serviço Família Acolhedora também receberão um presente e passarão a noite de Natal conforme a programação de cada família.

Todas as ações foram cuidadosamente programadas pelas equipes da instituição, dentro dos protocolos de segurança e serão monitoradas pelos responsáveis de cada programa da Casa da Criança de Valinhos.

Para apoiar os projetos da Casa da Criança de Valinhos ligue 19 3871-0546, acesse a campanha vaquinha solidária no site da ONG ou diretamente no link 

https://www.vakinha.com.br/vaquinha/quarentenasolidariadacasasegundaedicao

Leia mais

Prêmio Melhores ONGs 2020 é conferido à Casa da Criança de Valinhos

Governança, transparência, comunicação e financiamento são reconhecidos nacionalmente

Existem no Brasil 237 mil ONGs, segundo o último levantamento do IBGE. Neste ano, o Prêmio Melhores ONGs apresenta as 100 organizações vencedoras, entre as 670 inscritas. A Casa da Criança de Valinhos recebe, pela segunda vez, o reconhecimento por suas boas práticas em quesitos como governança, transparência, comunicação e financiamento.

O Prêmio Melhores ONGs, maior do terceiro setor no Brasil, é uma parceria do Instituto Doar, da agência de projetos socioambientais O Mundo Que Queremos e da Ambev, com respaldo técnico de pesquisadores da Fundação Getúlio Vargas (FGV) e apoio da Fundação Toyota do Brasil. A cerimônia de premiação será no dia 10 de dezembro, a partir das 19h, com transmissão pelo YouTube e pelo site do canal Futura.

“É com imensa emoção e satisfação que recebemos o Prêmio Melhores ONGs 2020. Em ano atípico, com pandemia devastadora, foi necessário redobrar os esforços para seguir atuando com qualidade e segurança. Este reconhecimento é fruto de muito trabalho de todos os colaboradores, voluntários, diretoria, apoiadores da Casa da Criança e principalmente pelas nossas crianças, adolescentes e suas famílias, que abraçam as oportunidades para encontrar caminhos de superação constante no decorrer de suas vidas. Nosso muito obrigado a todos que fazem parte desta história de amor”, comemora Anélio Zanuchi, presidente e fundador da Casa da Criança de Valinhos.

Para a FEAV, este reconhecimento confirma o que a sociedade já sabe sobre a excelência dos trabalhos da Casa da Criança. “Esta premiação vem de encontro com o que a Casa da Criança é, com a admirável administração, tudo muito organizado, a forma como desenvolvem os projetos, toda atuação é um Benchmarking das melhores práticas de gestão, um modelo para outras instituições, não somente da cidade, mas para todo o País. A instituição está mesmo de parabéns”, enaltece Eliane Macari, presidente do Fórum das Entidades Assistenciais de Valinhos (FEAV).

“Na qualidade de parceira, a Prefeitura Municipal de Valinhos, através da Secretaria de Assistência Social parabeniza a Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos por esta premiação. Nos sentimos muito orgulhosos por este trabalho executado com qualidade, comprometimento e muita responsabilidade”, Dulce Maria de Paula Souza, secretária de assistência social de Valinhos.

A lista dos premiados se encontra disponível no site melhores.org.br. Uma novidade deste ano é o lançamento de uma plataforma para ajudar as ONGs vencedoras a captar doações, onde qualquer pessoa pode entrar e doar diretamente para qualquer uma das 100 ONGs vencedoras. A plataforma para doação também já está disponível a partir de hoje. É um presente do Melhores ONGs para o Dia de Doar, uma campanha mundial no dia 1º de dezembro para estimular as contribuições financeiras para as organizações.

 

 

Leia mais

Benefícios do acolhimento familiar

Inscrições abertas para cadastro e capacitação  

Com demanda crescente, o Acolhimento Familiar, realizado pela Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, em parceria com a Secretaria Municipal de Assistência Social, já impactou mais de 200 pessoas, incluindo membros das famílias acolhidas, das famílias acolhedoras, profissionais especializados e voluntários.

Para entender os benefícios do acolhimento familiar é preciso saber que, no Brasil, o serviço de acolhimento divide-se em duas modalidades: acolhimento institucional e acolhimento familiar. A inserção da criança e do adolescente em algum desses serviços se dá quando há uma determinação judicial por direitos ameaçados ou violados, quando há vítimas de violência, negligência, abandono ou morte dos responsáveis.

Com objetivo de oferecer proteção integral até a reintegração ao ambiente familiar de origem, extensa e ou família substituta, o acolhimento familiar apresenta destacados benefícios às crianças e aos adolescentes.

 5 Principais benefícios  

  1. Promover um atendimento individualizado
  2. Romper com o estigma do abandono
  3. Apoiar o desenvolvimento cognitivo, psicológico e social
  4. Identificar e ampliar potencialidades
  5. Cuidar da saúde integral e afetiva

Ambiente familiar

Para a coordenadora do serviço Família Acolhedora da Casa da Criança de Valinhos, Silvana Miranda, os reflexos da inclusão das crianças e adolescentes em ambiente familiar se expande para a sociedade como um todo, pois a família acolhedora também oferece um importante apoio na transição para a vida adulta. “Uma vez que, ao frequentar a vida comunitária, a criança rompe com o estigma do abandono, e não são rotuladas ou discriminadas diminuindo as chances de reprodução de violências que tanto acometem a sociedade. O diferencial também está no acolhimento individualizado, dentro de um ambiente familiar, cercado de cuidados e, principalmente, de carinho, atenção e afeto”.

 Capacidade de lidar com as dificuldades

A psicóloga do Serviço, Laisla Gaspar, complementa com a importância do papel da Família Acolhedora no desenvolvimento do ser integral das crianças e adolescentes. “Identificamos que a influência da família acolhedora cria um referencial dos papéis maternos e paternos para a criança, o que é essencial para adquirir conceitos de autoestima, interação social e o próprio autoconhecimento. Tais referências estimulam a melhor capacidade de lidar com as dificuldades das situações cotidianas”.

O acolhimento familiar não é um substituto ao acolhimento institucional, mas sim um programa com capacidade de promover um atendimento individualizado, nas situações indicadas, fazendo com que a criança acolhida tenha oportunidade de passar por esse momento peculiar com o conforto de um lar familiar, atenção individualizada e construção de laços e vínculo afetivo, favorecendo seu desenvolvimento.

Os interessados em atuar como Família Acolhedora poderão se cadastrar para a capacitação promovida pela equipe técnica do Serviço.  Agende um horário para obter um atendimento exclusivo e receber mais informações. Acesse o site www.casadacriançaedoadolescentedevalinhos ou faça o contato pelo celular 19 98367 0113.

Leia mais

Inovação e superação chegam com os panetones da Casa da Criança

O renomado artista plástico Rogério Pedro assina a ilustração das cobiçadas latas  

Os panetones da Casa da Criança de Valinhos chegam com tradição, sabor e arte. Todos os anos a instituição, além de oferecer o famoso produto natalino, apresenta as latas exclusivas, especialmente ilustradas por um artista renomado. Neste ano, quem assina a arte da embalagem metálica é Rogério Pedro, artista plástico, reconhecido em todo Brasil e em diversos países.

Em ano atípico, decorrente da pandemia, a instituição apresenta a campanha de divulgação dos panetones com mensagens inspiradoras para motivar a coragem, a força e a esperança entre as famílias, amigos e organizações solidárias. Com opção de dois sabores (frutas cristalizadas e gotas de chocolate), cada unidade de 400 g, com as latas assinadas pelo artista Rogério Pedro, poderá ser adquirida por R$ 30,00. Os produtos seguem com a produção da Casa Suíça, presente entre as cinco maiores empresas do segmento brasileiro.     

Com cores vibrantes em todo o seu portfólio, Rogério Pedro marca presença entre admiradores, curadores, parceiros e clientes como Carlinhos Brown, Margareth Menezes e Sandra de Sá. O artista, que ilustra as latas dos panetones da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos, já percorreu e realizou exposições com suas obras em Miami, Fort Lauderdale, Nova Iorque, Viena e Buenos Aires. Registra também trabalhos publicados em Nova Iorque, Paris e Madrid.

“Eu pude conhecer os trabalhos desenvolvidos pela Casa da Criança de Valinhos e sei da importância da atuação deles para toda sociedade. Estou muito feliz em fazer parte desta história ilustrando as latas desta edição do tradicional panetone. Meu gosto pela arte se apresentou ainda na infância. Quero apoiá-los também enviando as minhas mensagens e, claro, algumas ilustrações para que possam pintar e se divertir. No ano que vem esperamos realizar atividades presenciais na instituição para seguir incentivando a arte”, conta Rogério Pedro.

Mais informações sobre o artista: no Instagram @rogeriopedroart e no site www.rogeriopedro.art.br/bio/

As empresas e pessoas interessadas em encomendar os panetones da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos devem registrar os pedidos por email casadacriancavalinhos@hiway.com.br  ou por telefone 19  3869-5654 ou 19 99186-8349.

Leia mais

Dia da Juventude do Brasil abre campanha da Casa da Criança

Vaquinha virtual da instituição conta com a participação da população valinhense

 Os impactos da pandemia seguem marcando a história da sociedade e nas instituições ainda de forma mais acentuada e desafiadora. A Casa da Criança precisou lançar a segunda edição da vaquinha virtual, a divulgação oficial iniciará no dia 22 de setembro, Dia da Juventude do Brasil, mas os acessos já estão liberados no site oficial da instituição, pensando de forma disruptiva, com o direcionamento para a campanha   #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição.

Para celebrar o Dia da Juventude do Brasil e também o Dia das Crianças, durante toda a campanha, os apoiadores poderão enviar mensagens exclusivas às crianças e aos jovens adolescentes, uma frase de apoio, com um desejo positivo para que possam seguir mais fortalecidos e motivados neste ano de profundas mudanças. Algumas frases também poderão ser divulgadas nas páginas das mídias sociais da instituição e sua mensagem lida pelas próprias crianças, registrando agradecimentos.

Na primeira edição da campanha, a Casa da Criança pôde arcar com alguns compromissos financeiros, para a manutenção dos três programas e ainda fazer a reforma do telhado do abrigo, complementado com outras ações pontuais. Porém, o orçamento segue com demandas constantes e instransponíveis, em ano em que os eventos e outros tipos de campanhas estão impossibilitadas de acontecer, como explica o presidente da instituição, Anélio Zanuchi.

“Atendemos diretamente 250 crianças e adolescentes em nossos programas, todos os dias do ano, 24 horas por dia. Atualmente, mesmo com o com o importante apoio da Prefeitura de Valinhos, é necessário a complementação do orçamento, e neste ano não temos como realizar eventos presenciais para captar recursos. Precisamos honrar com os compromissos e com a fundamental missão da Casa da Criança de proteger seus assistidos. Isso será possível com o engajamento real da sociedade valinhense nesta campanha da quarentena solidária”, enfatiza Anélio Zanuchi.

As doações poderão ser feitas pelo site da ONG, direcionando ao link da campanha #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição ou acessar via este QR Code, tirando uma foto desta imagem e seguir com a doação no site

 https://www.vakinha.com.br/vaquinha/quarentenasolidariadacasasegundaedicao

 

Leia mais

Acolhimento familiar realiza encontro virtual inédito com equipe especializada

Evento aponta frentes de trabalho para acompanhar, apoiar e incentivar a participação da sociedade

 O Serviço de Acolhimento Familiar de Valinhos convida a comunidade Valinhense para participar do encontro virtual “Dialogando com Equipe Técnica do Judiciário de Valinhos-SP – A atuação de Assistentes Sociais e Psicólogos nos casos de Acolhimento familiar”. O evento será realizado no próximo dia 22 de setembro, às 19h30, pela internet, com a participação da psicóloga Maria do Carmo Lima Batista e da assistente social Ângela Paes de Santana, da equipe técnica do Judiciário de Valinhos-SP, onde os participantes poderão tirar possíveis dúvidas.

Um dos programas da Casa da Criança e do Adolescente de Valinhos é o Serviço de Acolhimento Familiar, realizado em parceria com a Secretaria da Assistência Social, que organiza o acolhimento de crianças e adolescentes afastados da família de origem mediante medida protetiva, em residência de famílias acolhedoras habilitadas e cadastradas.

Este Serviço contempla a mobilização, cadastramento, seleção, capacitação, e supervisão das famílias acolhedoras realizados por uma equipe técnica de profissionais (Assistente Social e Psicólogo), que sistematicamente faz acompanhamento psicossocial das famílias de origem, famílias acolhedoras e das crianças e adolescentes acolhidos, com vistas à reintegração familiar.

É fundamental também a articulação com a rede serviços sócios assistenciais do município, com os atores do Sistema de Garantia de Direitos e com a Justiça da Infância e da Juventude que exercem um papel importante quando ocorre o acolhimento de uma criança/adolescente pela família cadastrada.

Compete à Justiça da Infância e da Juventude do município, fiscalizar, acompanhar, apoiar e incentivar os serviços de acolhimento familiar nas suas respectivas Comarcas. Em Valinhos, este trabalho é realizado em parceria entre as equipes técnicas do Serviço de Acolhimento Familiar e do Judiciário, este encontro objetiva destacar a atuação das técnicas forense da Justiça da Infância e da Juventude de Valinhos, nos casos de acolhimento familiar e informar como tem sido realizado este trabalho em parceria e sua importância no processo reintegração familiar para garantia e proteção da criança e adolescente. Este é o objetivo deste novo encontro promovido pela Casa da Criança e do adolescente de Valinhos.

Reforçamos sempre a importância de ter no município o cadastramento de novas famílias acolhedoras, porém neste novo encontro virtual do Serviço de Acolhimento Familiar de Valinhos,  vamos conversar com destacadas profissionais psicossociais do Judiciário que tem atuado com a equipe do Serviço de Acolhimento familiar na elaboração do plano de Atendimento Individual  e na construção de estratégias para a reintegração familiar que contemplam os encaminhamentos necessários para viabilizar o retorno seguro da criança ou do adolescente e o fortalecimento desta família para o exercício de seu papel de cuidado e proteção“, explica Silvana Mara Miranda, coordenadora do Serviço.

O encontro virtual será no próximo dia 22 de setembro às 19h30 pelo Google Meet. Os interessados podem entrar em contato pelo site www.casadacriançaedoadolescentedevalinhos , ligar no telefone 19 3829 3410 ou WhatsApp/celular 19 98367 0113. Solicite o link para participar das reuniões e agende a sua consulta informativa para saber mais sobre o Serviço de Acolhimento Familiar da Casa da Criança.

Participe! Você também pode fazer parte desta história.

 

 

Leia mais

Vaquinha virtual da instituição precisa de você

Vaquinha virtual da instituição conta com a participação da população valinhense

Os impactos da pandemia seguem marcando a história da sociedade e nas instituições ainda de forma mais acentuada e desafiadora. A Casa da Criança precisou lançar a segunda edição da vaquinha virtual, a divulgação oficial iniciará no dia 22 de setembro, Dia da Juventude do Brasil, mas os acessos já estão liberados no site oficial da instituição, com o direcionamento para a campanha #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição.

Para celebrar o Dia da Juventude do Brasil e também o Dia das Crianças, durante toda a campanha, os apoiadores poderão enviar mensagens exclusivas às crianças e aos jovens adolescentes, uma frase de apoio, com um desejo positivo para que possam seguir mais fortalecidos e motivados neste ano de profundas mudanças. Algumas frases também poderão ser divulgadas nas páginas das mídias sociais da instituição e sua mensagem lida pelas próprias crianças, registrando agradecimentos.

Na primeira edição da campanha, a Casa da Criança pôde arcar com alguns compromissos financeiros, para a manutenção dos três programas e ainda fazer a reforma do telhado do abrigo, complementado com outras ações pontuais. Porém, o orçamento segue com demandas constantes e intransponíveis, em ano em que os eventos e outros tipos de campanhas estão impossibilitadas de acontecer, como explica o presidente da instituição, Anélio Zanuchi.

“Atendemos diretamente 250 crianças e adolescentes em nossos programas, todos os dias do ano, 24 horas por dia. Atualmente, mesmo com o com o importante apoio da Prefeitura de Valinhos, é necessário a complementação do orçamento, e neste ano não temos como realizar eventos presenciais para captar recursos. Precisamos honrar com os compromissos e com a fundamental missão da Casa da Criança de proteger seus assistidos. Isso será possível com o engajamento real da sociedade valinhense nesta campanha da quarentena solidária”, enfatiza Anélio Zanuchi.

As doações poderão ser feitas pelo site da ONG, direcionando ao link da campanha #QuarentenaSolidáriaDaCasaSegundaEdição ou acessar via este QR Code, tirando uma foto desta imagem e seguir com a doação no site

 https://www.vakinha.com.br/vaquinha/quarentenasolidariadacasasegundaedicao

Sobre a Casa da Criança de Valinhos

Há 27 anos, a Casa da Criança de Valinhos, reconhecida com o prêmio Melhores ONGs do Brasil e Selo de confiança VOA DOAR, atua como a única organização de acolhimento institucional da cidade. Em parceria com a Prefeitura Municipal de Valinhos, por meio da Secretaria Municipal de Assistência Social, oferecem três frentes de trabalhos sociais e culturais disponíveis à comunidade. Além do Acolhimento Institucional, apresenta o Acolhimento Familiar e o Projeto Janela aberta/Serviço de Convivência e Fortalecimento de Vínculos, que inclui também a parceria com a Secretaria de Municipal de Cultura e com a Secretaria Municipal de Esportes.

Leia mais

O papel do psicólogo na Casa da Criança de Valinhos

Leia a entrevista completa no Jornal de Valinhos

O papel do psicólogo na Casa da Criança de Valinhos

No dia 27 de agosto, é comemorado no Brasil o Dia Nacional do Psicólogo

No dia 27 de agosto de 1962, passou a vigorar a Lei 4.119, com o reconhecimento oficial da Psicologia como profissão. Por esta razão, no Brasil, no dia 27 de agosto é comemorado o Dia Nacional do Psicólogo. A Casa da Criança de Valinhos conta com a atuação diária de três psicólogos, sendo um em cada serviço: Acolhimento, Janela Aberta e Família Acolhedora.

Desde março deste ano, Gabriel de Sousa Vieira deixou de ser educador da instituição para atuar diretamente como psicólogo, nas frentes do acolhimento para as crianças e adolescentes.

“Ser psicólogo em um serviço de acolhimento é um desafio diário. Nós recebemos crianças e adolescentes machucados pela vida, e cabe a nós ajudá-los a se reestruturar, a descobrir que existem novas possibilidades e a construir um futuro melhor. A psicologia oferece os recursos para lidar com os sentimentos destas crianças, a compreender suas dificuldades e potencialidades, e assim oferecer o suporte necessário em um momento tão difícil e prepará-los para a vida”, afirma Gabriel, formado em Psicologia pela Universidade São Francisco, de Campinas, salientando ainda que, além dos acolhidos, o trabalho também é feito junto aos educadores.

Psicólogos da Casa da Criança (Taynara Cristina de Souza, Gabriel Sousa Vieira, Laisla Gaspar Souza)

Trabalhar em uma instituição que, há 27 anos, zela pelo acolhimento e auxilia na formação de crianças e adolescentes é uma satisfação pessoal e profissional para Gabriel. “As crianças chegam até nós devido a situações de violação de direitos, como casos de violência ou negligência. Neste contexto, o psicólogo deve acolher esta criança, dar espaço para seus sentimentos, ajudar a lidar com o seu sofrimento e oferecer novas perspectivas de vida que os tire deste ciclo de violações”, ressalta o psicólogo.

Colaborador da Casa da Criança há três anos, Gabriel faz questão de destacar que nenhum caso é perdido por mais complexa que seja a situação. E a recompensa sempre aparece. “É difícil citar um único caso de sucesso, mas sem dúvida não há nada mais gratificante do que encontrar com um ex-acolhido, já na vida adulta, que tenha conseguido superar as adversidades e esteja levando sua vida de forma digna. Sempre que isso acontece temos a sensação de dever cumprido.”

 

Leia mais